Facebook

header ads

Daniella defende adiamento de projeto que combate fake news na internet


A senadora Daniella Ribeiro (Progressistas) pediu o adiamento da votação do PL 2.630/2020, que institui a Lei Brasileira de Liberdade, Responsabilidade e Transparência na Internet, conhecida como Lei das Fake News que estava na pauta desta quinta-feira (26), no Senado Federal. Com o adiamento, o PL será votado na próxima semana. A senadora adiantou que é a favor do combate às fake news, mas que é preciso analisar minuciosamente o projeto porque há uma linha muito tênue entre censura e liberdade de expressão.

Em sua fala, a senadora destacou que ela própria já foi vítima de fake news e “sentiu na pele a força de sua covardia e perversidade”. Além de Daniella, vários outros senadores pediram o adiamento do PL 2.630/2020 de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE) e relatado pelo senador Ângelo Coronel (PSD-BA). “É um problema complexo e multifacetado. Envolve não somente produtos e serviços de plataforma digital, como estamos tratando nesse projeto, mas também atores políticos, mídia de notícias, checagem de fatos e atores da sociedade civil”, pontuou.

Ao defender a retirada de pauta do PL, Daniella destacou que, por tudo o que foi discutido e analisado, ainda há um longo caminho a percorrer. “O projeto carece de aperfeiçoamento e precisa atacar outras de combate às fake news”, frisou. Ela disse que é preciso ouvir a sociedade e entender o que tem dado certo no mundo, e quais as iniciativas que falharam.

Por fim, a senadora ressaltou a necessidade de “trabalhar com pilares essenciais no combate á desinformação, como transparência, aprimoramento de confiança nas redes, especialmente nos algoritmos que selecionam conteúdos e, talvez a parte mais importante de todas, a educação da população”.

Fonte: Assessoria

Postar um comentário

0 Comentários