Facebook

header ads

Secretário de Saúde esclarece especulações sobre vacina e descarta lockdown


O Secretário de Saúde de Campina Grande, Felipe Reul, explicou, durante entrevista de rádio nesta terça-feira, 01/12, que não procedem os boatos que apontam que o município já teria recebido doses de vacina contra a covid-19. Segundo Reul, as ilações decorrem do fato de a pasta está adotando medidas no sentido de estruturar as unidades de saúde para o atendimento quando o serviço estiver disponível.

”Fizemos a aquisição desses equipamentos e estamos começando a distribuir para as unidades em que estavam faltando, para quando a vacina for distribuída pelo Ministério da Saúde e o Governo do Estado estarmos uma estrutura pronta, a fim de termos o maior número possível de pontos de vacinação na cidade”, esclareceu o secretário.

Felipe Reul lembrou que ainda não existe vacina disponível e nem um prazo claro sobre quando a imunização estará finalmente disponível, mas ressaltou que a Secretaria de Saúde da Prefeitura de Campina Grande vem procurando estar pronta para o atendimento quando as doses chegarem.

“Temos desenvolvido um trabalho de planejamento e preparação prévia para que Campina Grande esteja pronta quando o Ministério da Saúde disponibilizar a vacina contra a covid”, disse.

LOCKDOWN

Assunto que tem causado bastante inquietação, a possibilidade do chamado lockdown” em virtude da pandemia também foi tratada durante a entrevista e Felipe Reul desmentiu de maneira veemente que isso deva ocorrer.

“Os casos de Campina Grande estão estabilizados. Houve um aumento na procura por atendimento no Hospital Pedro I, é verdade, mas não em uma proporção semelhante ao início da pandemia e a taxa de ocupação de leitos de UTI, no momento, está sob controle”, assegurou.

Postar um comentário

0 Comentários