Facebook

header ads

Lucas Ribeiro celebra lançamento oficial de Parque Tecnológico


Foi lançada oficialmente, na manhã desta quarta-feira (23), a nova estrutura do Parque Tecnológico da Paraíba (PaqTcPB), em Campina Grande. O evento, que aconteceu em dois momentos, na atual sede da instituição, em Bodocongó, e no terreno onde será construído o novo empreendimento, no bairro do Serrotão, contou com a participação do prefeito Romero Rodrigues, do vice-prefeito eleito, Lucas Ribeiro, da diretoria da instituição e de representantes de outras instituições científicas da cidade.

Segundo o vice-prefeito eleito, Lucas Ribeiro, que articulou a viabilização dos recursos enquanto secretário municipal de Ciência, Tecnologia e Inovação, a nova estrutura, que tem capacidade para receber até 500 empresas, é um grande passo para consolidar a vocação tecnológica de Campina e impulsionar o desenvolvimento da cidade.

“Posso afirmar que hoje é mais um marco no desenvolvimento científico e tecnológico de Campina Grande e da Paraíba. Esse projeto é o reflexo da cooperação de ideias e pessoas que acreditam e lutam por um futuro melhor para nossa cidade. Trata-se de uma obra grandiosa, no tamanho e na importância, que vai gerar emprego, renda, inovação e desenvolvimento, melhorando a vida de todos os campinenses”, destacou Lucas.

Os recursos, na ordem de R$ 15 milhões, para a construção da nova estrutura da instituição, vieram de verbas oriundas do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações e de emendas parlamentares da senadora Daniella Ribeiro. A doação do terreno, uma área de 260 mil metros quadrados, foi feita pelo prefeito Romero Rodrigues. “É um espaço de inovação, de criatividade, de gestão, isso é fundamental para o desenvolvimento econômico de Campina”, afirmou o prefeito.

A senadora Daniella Ribeiro, que acompanhou a cerimônia virtualmente, falou que o momento deve ser de comemoração, pois Campina Grande abre as portas para o futuro da internet das coisas e da inovação, o que inclui a Paraíba como um dos estados pioneiros em ciência e transformação digital. “Hoje é um dia histórico, dia de comemoração para esse avanço tecnológico e promissor que Campina vive. A tecnologia está nas pequenas coisas do nosso dia a dia, e pode revolucionar a saúde, a educação, e todas as áreas, melhorando, assim, a vida de todos nós”, declarou.

A diretora-técnica do Parque Tecnológico, professora Nadja Oliveira, também destacou a importância do momento e reforçou que o foco desse novo empreendimento deve ser melhorar a vida das pessoas. “A gente precisa resolver os problemas da sociedade, melhorar qualidade de vida e gerar impacto econômico, esse é o fim da atividade de inovação. Só se concretiza quando isso acontece”, frisou.

Nova estrutura

A nova estrutura do Parque Tecnológico da Paraíba vai abrigar 280 lotes para implantação de empresas de base tecnológicas, abrigando negócios de pequeno, médio e grande porte, além de uma área de 260 mil metros quadrados de ICTs (Institutos de Ciência e Tecnologia) e 40 mil metros quadrados destinados à instalação de laboratórios para atores que fazem a inovação acontecer, como secretarias de ciência e tecnologia, FIEP e Sebrae.

Juntos, no mesmo espaço, terão a oportunidade de trocar ideias e alcançar o melhor da tecnologia. A expectativa é de atração de cerca de 500 empresas e geração de até 5 mil empregos diretos e indiretos.

Postar um comentário

0 Comentários