Facebook

header ads

Juiz recebe denúncia e Rodolfo, Iolanda, Paulo, Verônica e outros viram réus na Famintos


O juiz Vinícius Costa Vidor (foto), da 4ª Vara Federal da Paraíba, recebeu a denúncia ofertada pelo Ministério Público Federal contra 22 pessoas supostamente envolvidas no esquema de fraudes em licitação para a merenda escolar em Campina Grande investigado pela Operação Famintos.

Com isso, o atual secretário de Educação do Município, Rodolfo Gaudêncio, as ex-secretárias da pasta Iolanda Barbosa e Verônica Bezerra, o ex-secretário de Administração Paulo Roberto Diniz e outros 18 investigados passam a condição de réus. A lista completa é a seguinte:

ADILSON DA SILVA OLIVEIRA
ADRIANA BRAZ DE SOUZA
ALBANIA ALVES DE FREITAS
ANGELO FELIZARDO DO NASCIMENTO
CARLOS FREDERICO MARTINS LIRA ALVES
FELIPE SILVA DINIZ JUNIOR
FERNANDA CRISTINA AGRA BORBOREMA
FLAVIO SOUZA MAIA
FREDERICO DE BRITO LIRA
GABRIELLA COUTINHO PONTES TEIXEIRA
HELDER GIUSEPPE CASULO DE ARAUJO
IOLANDA BARBOSA DA SILVA
JOSE LUCILDO DA SILVA
MANOEL BRUNO CAETANO FERREIRA
MARCO ANTONIO QUERINO DA SILVA
MARIA DO SOCORRO MENEZES DE MELO
MARIA JOSE RIBEIRO DINIZ
PAULO ROBERTO DINIZ DE OLIVEIRA
RIVALDO AIRES DE QUEIROZ NETO
RODOLFO GAUDENCIO BEZERRA
SEVERINO ROBERTO MAIA DE MIRANDA
VERONICA BEZERRA DE ARAUJO GALVAO

Também atendendo ao MPF, o magistrado decidiu arquivar o inquérito contra investigados em relação aos quais não foram encontrados indícios suficientes de práticas delituosas. São eles: Marisete Ferreira Tavares, Herciliana Loureiro de Carvalho Neta, Maria Dalva Sarinho, Viviane Raquel Gonçalves Medeiros e Davyson Odilon de Melo.

Postar um comentário

0 Comentários