Facebook

header ads

UFCG é a segunda universidade com maior número de registros de patentes no Brasil


Pelo terceiro ano consecutivo, a Universidade Federal de Campina Grande (UFCG) está no Top 3 do Ranking de Depositantes de Patentes Residentes, divulgado pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI).

Na publicação mais atual, com base nos depósitos realizados no último ano, a instituição aparece na segunda melhor posição, com 90 registros e 1,7% da representação nacional. À frente, apenas outra instituição paraibana, a Universidade Federal da Paraíba (UFPB), com 100 depósitos e 1,8% de participação.

Entre os grandes fatores para esse crescimento e presença constante na melhores colocações do ranking, está a participação do Núcleo de Inovação e Transferência Tecnológica (NITT), coordenado pelo professor Aldré Jorge Barros, da Unidade Acadêmica de Engenharia de Biotecnologia (UAEB), no Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (CDSA) da UFCG, campus Sumé.

“Ficamos muito felizes e satisfeitos com os resultados que estamos conseguindo ao longo dos anos. Mais uma vez entre as instituições que mais depositam patentes no Brasil, e com certeza queremos seguir evoluindo. Essa conquista tem valor especial para todos nós, enquanto universidade, e também para nossa cidade e nosso Estado. É algo para se orgulhar muito”, comemorou o professor Nilton Silva, da Unidade Acadêmica de Engenharia Química (UAEQ/UFCG) e um dos criadores do NITT.

O ranking conta com as maiores instituições de ensino do país. No Top 10 estão ainda a Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG, em 4º), Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP, em 6º), Universidade de São Paulo (USP, em 8º) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE, em 9º).

Clique aqui para conferir o ranking completo.

(Ascom CCT/UFCG)


Postar um comentário

0 Comentários