Facebook

header ads

Pré-candidato diz que indecisão de Romero é "farsa" para "cortina de fumaça"


O pré-candidato a prefeito de Campina Grande pelo PSL, Artur Bolinha, afirmou nesta sexta-feira, 31/07, que a suposta indefinição do atual gestor da cidade, Romero Rodrigues, a respeito do nome escolhido para representar seu grupo político nas eleições deste ano não passa de “uma farsa”.

Segundo Bolinha, a real intenção do prefeito seria prender a atenção da mídia e da opinião pública em volta do debate quanto à suposta disputa pela indicação dentro do seu bloco, de modo a desviar o foco dos inúmeros problemas que marcam o seu governo, provocando uma cortina de fumaça para encobrir todo o descaso administrativo que a cidade enfrenta.

“É óbvio que Romero já escolheu seu candidato, mas ele abraçou essa estratégia por perceber nela um meio de manter o debate na imprensa e na opinião pública restrito a essa falsa indefinição e fora do quadro de grave descaso que sua gestão representa para Campina Grande”, disse Bolinha.

“A saúde é um reflexo direto dessa realidade, desse ambiente de desgoverno que o prefeito tentar encobrir. Enquanto isso, os postos continuam sem funcionar, as pessoas continuam sofrendo para ter acesso a um exame e os médicos denunciam o cenário de caos da maternidade municipal, dentre outros problemas graves que acabam ficando em segundo plano”, complementou Artur Bolinha.

Postar um comentário

0 Comentários