Facebook

header ads

Com crise agravada, empresas de ônibus decidem não voltar a circular em CG


Vivendo uma crise grave desde antes da pandemia, que piorou expressivamente com as medidas de isolamento social e suspensão das atividades econômicas, o sistema de transporte coletivo por ônibus de Campina Grande deverá permanecer paralisado nesta quinta-feira, quando deveria voltar a circular para atender aos passageiros após cinco dias de “feriadão” antecipado.

O Sitrans teria encaminhado documento à Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) apresentando o detalhamento do quadro de crise aguda do sistema, inclusive relatando a dificuldade para realizar o pagamento dos trabalhadores esta semana.

Atualmente, a média de passageiros nos ônibus de Campina Grande despencou para cerca de 22 mil por dia, uma fração do que o serviço transportava há alguns anos e uma queda expressiva mesmo diante dos números recentes.

A STTP deverá se reunir com os representantes das empresas do sistema nesta quinta-feira, a fim de tentar assegurar a retomada do serviço na sexta, mas, com isso, a cidade provavelmente ficará mesmo sem os ônibus ao longo de todo o dia.

Postar um comentário

0 Comentários