Facebook

header ads

Romero vai à UPA fiscalizar entrega de remédios a pacientes com covid-19


O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, fez uma visita à unidade de pronto atendimento do bairro do Alto Branco nesta quarta-feira para fiscalizar pessoalmente o cumprimento do protocolo estabelecido pela Secretaria de Saúde do Município que determina o fornecimento de um grupo de remédios a pacientes diagnosticados com coronavírus.
   
A visita surpresa aconteceu em meio a uma série de queixas de pessoas que garantem que foram à UPA, receberam o diagnóstico da doença, mas ainda assim foram encaminhadas para isolamento domiciliar sem a prescrição de nenhum medicamento. Segundo a Coordenadoria de Comunicação, o prefeito se reuniu com a direção da unidade e reafirmou a determinação de entrega dos remédios, um coquetel com hidroxicloroquina e azitromicina.

O prefeito pediu que os pacientes exijam a medicação. “Claro que com receita médica, verificando o estado clínico, o estado do paciente, nós estamos entregando (os remédios). Vindo aqui, cobre do profissional de saúde, exija do médico os medicamentos, que tem, sim, estão aqui”, disse Romero em um vídeo mostrando o espaço para dispensação dos remédios, montado sob uma tenda.

O fato curioso é que o debate político que se sobrepôs ao debate científico sobre o rol de fármacos utilizados no tratamento do coronavírus fica claramente percebido nas discussões sobre as declarações de Romero. Nas redes sociais, enquanto alguns internautas criticam a prefeitura por adotar o protocolo, outros aplaudem.

Postar um comentário

0 Comentários