Facebook

header ads

Quatro secretários podem deixar PMCG para disputar eleições. Tovar sai hoje


Mesmo diante da possibilidade de adiamento das eleições por causa da pandemia, os prazos eleitorais continuam correndo normalmente e, com isso, chegará ao fim na próxima semana a data-limite para desincompatibilização daqueles que ocupam cargos no primeiro escalão e precisam sair para concorrer ao poder executivo. A desincompatibilização para os futuros candidatos a vereador foi em abril.

Em Campina Grande, poderão deixar os cargos pelo menos três auxiliares do prefeito Romero Rodrigues. Nelson Gomes Filho (PSD), vereador licenciado, responde atualmente pela Agência Municipal de Desenvolvimento (Amde) e desistiu de tentar a reeleição porque espera ocupar um espaço na vaga majoritária do grupo. Caso não dê certo, o ex-presidente da Câmara Municipal deve apoiar uma pessoa da família para candidatura ao parlamento.

Lucas Ribeiro, do Progressistas, também desistiu de tentar o mandato no legislativo para buscar compor a majoritária. Ele é cotado para vice, mantendo a atual posição do partido, que tem no cargo Enivaldo Ribeiro e, conforme já afirmou publicamente o prefeito Romero Rodrigues, deve indicar novamente o nome para preencher a posição. No entanto, o Progressistas não descarta trabalhar o nome do atual secretário de Ciência e Tecnologia como cabeça de chapa.

No entanto, um outro nome da sigla ganhou bastante destaque, sobretudo durante a crise provocada pela pandemia. Trata-se da empresária Rosália Lucas, secretária de Desenvolvimento Econômico do Município, que visivelmente tornou-se um dos nomes mais próximos ao prefeito Romero em meio ao quadro atual, recebendo o reconhecimento de diversos setores. Se Rosália ficará no cargo ou vai se desincompatibilizar, o Progresistas nada revela, restando aguardar.

Por outro lado, uma certeza é a saída do secretário de Planejamento e Gestão do Município, Tovar Correia Lima (PSDB), que voltará à Assembleia Legislativa. O tucano é o principal nome do grupo do prefeito Romero Rodrigues na corrida pela indicação para disputar o pleito de outubro. Inclusive, seria o nome preferido pelo próprio Romero, embora ainda precise desbancar outros postulantes e nada esteja definido.

Apesar do prazo de desincompatibilização ser o dia 04, quinta-feira, Tovar deve oficializar sua saída da secretaria ainda nesta sexta-feira, 29.

Postar um comentário

0 Comentários