Facebook

header ads

Covid-19: Campina Grande deverá contratar leitos de hospitais privados


A Secretaria de Saúde de Campina Grande está negociando com hospitais privados a contratação de leitos de enfermaria e de unidade de terapia intensiva para reforçar a estrutura de atendimento de pacientes com coronavírus. A informação foi dada pelo titular da pasta, o advogado Felipe Reul, durante coletiva de imprensa por videoconferência na manhã desta quinta-feira, 21.

De acordo com Reul, a pretensão é conseguir contratar aproximadamente 45 leitos, sendo 25 de UTI. O secretário de saúde explicou que terá uma reunião na tarde desta quinta-feira com representantes dos hospitais privados existentes no município, a fim de discutir o assunto.

Ainda durante a coletiva de imprensa, o gestor revelou que a PMCG espera que o atendimento no chamado hospital de campanha, montado ao lado do Pedro I, possa ter início já a partir de hoje. A unidade terá mais vinte leitos de UTI que se somarão aos outros 44 atualmente disponíveis na rede municipal.

Como o blog mostrou ontem, Campina Grande conta, no momento, com apenas 73 leitos de unidade de terapia intensiva nos serviços públicos (somando Município, Estado e Hospital Universitário da UFCG), para atender a pacientes de mais de 70 municípios da região.

Postar um comentário

0 Comentários