Ivonete denuncia "apadrinhamento" de ações contra a pandemia por colegas

A presidente da CMCG afirmou que outros pré-candidatos também estariam tentando tirar proveito eleitoral das ações da PMCG e prometeu "desmoralizar" apadrinhamento nos seus redutos eleitorais



A vereadora Ivonete Ludgério (PSD), presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, soltou o verbo durante a sessão desta quinta-feira, 07/05, realizada por videoconferência, ao mencionar a presença de colegas e outras pessoas que seriam pré-candidatas ao legislativo em ações da Secretaria de Saúde no combate ao coronavírus, como a distribuição de máscaras e limpeza de vias públicas.

Ao seu estilo – digamos – peculiar, Ivonete não mediu palavras e denunciou o que chamou de apadrinhamento. “Eu gostaria de dizer para quem está ouvindo de casa que tem vereador e pretensos candidatos a vereador apadrinhando essa iniciativa do prefeito, mas eu gostaria de dizer que isso é uma iniciativa do prefeito. O vereador não participou doando nada”, disse.

Mas, era só o começo. A presidente da CMCG evocou sua ascendência política sobre dois distritos de Campina Grande para acusar colegas e outros pré-candidatos de se aproveitar da pandemia em busca de vantagem eleitoral. Não foi só, num tom duríssimo, avisou que, se for preciso, vai às comunidades desmoralizar os supostos oportunistas.

“Eu, que em dois distritos há trinta anos praticamente sou majoritária – quando não era eu, era meu marido – em São José da Mata e Catolé de Boa Vista, mesmo assim não vou usar isso para tirar proveito da miséria alheia e espero que os senhores vereadores também não o façam, para que depois eu não tenha que desmoralizá-los diante da população”, detonou Ivonete.

E ela disse mais, na mesma linha: “Tem gente que nem é vereador e está usando isso, mas a ação é da prefeitura. Se forem fazer da miséria alheia, da doença e da preocupação das pessoas bandeira de voto, eu sou a primeira que vou aos distritos desmentir”.

“VOCÊ TAMBÉM”

As duras declarações da presidente do poder legislativo, entrecortadas por sons de espanto de outros vereadores vazados nos microfones abertos da videoconferência, foi aparteada pelo ex-presidente e decano da CMCG Pimentel Filho (PSD), que corroborou o discurso de Ivonete.

Referindo-se a uma ação de entrega de máscaras no distrito de Galante, seu reduto eleitoral, Pimentel reclamou da presença de colegas na ação da Secretaria de Saúde. “Recebi inúmeras mensagens perguntando porque eu não estava lá enquanto outro vereador estava. Respondi que não é papel do vereador está entregando máscara”, disse, sem citar o nome do parlamentar que participou da ação no distrito – Márcio Melo (também PSD).

Ocorre que Ivonete Ludgério tinha uma crítica a fazer diretamente ao colega e o fez em plena live. “Agora, Pimentel, já que você tocou no assunto, tenho aqui um áudio seu dizendo que quem conseguiu essa higienização para São José da Mata foi você. Estou com o vídeo aqui, você falando”, espetou.

Pimentel Filho replicou que não teria dito ter sido ele quem conseguiu a ação para o distrito, mas que divulgou apenas ter feito um requerimento pedindo a higienização de Galante. “Estou fazendo meu papel de vereador”, asseverou. Em profundo mal-estar, a sessão continuou com a apreciação de requerimentos e como se nada tivesse acontecido.

Nenhum comentário

.