Facebook

header ads

Estado reafirma que vai instalar 30 leitos de UTI em CG e entrega respiradores


O jornalismo da rádio Campina FM vem acompanhando detidamente a estruturação do atendimento através dos serviços públicos de saúde no município para pacientes com a covid-19 e, nesse sentido, detectou a dissonância entre o número de leitos de unidade de terapia intensiva prometidos e anunciados pelo Governo do Estado e os efetivamente instalados no Hospital de Trauma.

Nesta terça-feira, em busca de atualizar as informações, os jornais da emissora voltaram a ouvir o secretário de Saúde do Estado, Geraldo Medeiros, que garantiu que os leitos continuarão sendo instalados na medida em que os respiradores forem chegando. Ainda segundo Geraldo, um novo lote dos aparelhos, possivelmente num total de 17, seria entregue hoje à unidade.

Nesta segunda, o governador João Azevedo anunciou a instalação de 17 leitos de UTI na Rainha da Borborema. Além disso, de acordo com o que explicou o gestor em entrevista ao repórter Victor Silva, o Governo do Estado deverá entregar na próxima semana o Hospital de Clínicas de Campina Grande, com 113 leitos de enfermaria. Não foi divulgada previsão de instalação de UTI no espaço.

Outro ponto abordado por Geraldo Medeiros foi a questão do isolamento social. O secretário reclamou dos baixos índices de adesão à quarentena em algumas cidades paraibanas, Campina Grande entre elas, e afirmou que esse comportamento das pessoas é decisivo para a disseminação da doença. “Infelizmente, nós teremos mais casos e, consequentemente, mais mortes em decorrência dessa postura de parte da população que, infelizmente, não tem colaborado”, disse.

Postar um comentário

0 Comentários