Facebook

header ads

Deputada presa na Calvário aprova homenagem a prefeita presa na Calvário


Atendendo a uma propositura da deputada estadual Estela Bezerra (PSB), a Assembleia Legislativa da Paraíba aprovou a concessão de votos de aplausos para a prefeita do município do Conde, Márcia Lucena (PSB), pelo trabalho que vem sendo realizado pela gestão no enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Estela justifica a propositura afirmando que "a prefeitura de Conde, em especial a prefeita Márcia Lucena, tem sido elogiadas pelo trabalho no enfrentamento a pandemia via contingenciamento, decretos e atuação política na cidade, levando Conde a ser o município da região metropolitana com menor número de casos, como também menor taxa de ocupação de leitos nos hospitais da capital".

Integrantes de destaque do antigo coletivo girassol, tanto Estela quanto Márcia foram presas em 2019 no âmbito da sétima fase da Operação Calvário, denominada “Juízo Final”, durante a qual também foi preso o ex-governador da Paraíba Ricardo Coutinho (PSB) e outros nomes ilustres do grupo durante os dois mandatos do socialista à frente do Palácio da Redenção.

Os três socialistas atualmente respondem em liberdade às acusações que lhes são imputadas. A deputada, inclusive, foi liberada após passar uma noite no cárcere por deliberação dos seus pares, que se valeram de atribuição reconhecida pelo Supremo Tribunal Federal para revogar a prisão.

Ricardo passou duas noites atrás das grades, uma delas na sede da Polícia Federal (após se entregar) e outra na penitenciária de segurança média de Mangabeira, sendo solto por decisão do Superior Tribunal de Justiça.

Márcia Lucena, por sua vez, ficou presa por duas noites, sendo solta também por decisão do STJ e reassumindo o comando do Conde. Os três asseguram que são inocentes, não têm contra si ainda nenhuma condenação e vem procurado manter a normalidade de suas atuações políticas, apesar de Ricardo e Márcia usarem atualmente tornozeleiras eletrônicas.

Postar um comentário

0 Comentários