Facebook

header ads

CG terá "feriadão" de sábado a quarta-feira e usará leitos da Clipsi


O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, anunciou na tarde desta segunda-feira, 25, por meio das redes sociais, novas medidas para ampliar o isolamento social na cidade. Ele descartou a adoção local imediata, por enquanto, de um "lockdown", mas definiu um pacote que suspende as atividades em Campina por um período de cinco dias, a partir do próximo sábado, 30.

O prefeito anunciou, como principal medida, que as atividades comerciais da cidade estarão fechadas durante um “feriadão” de cinco dias, começando neste sábado, 30, até a quarta-feira da próxima semana (3 de junho). Para tanto, haverá, naqueles dias, a suspensão total dos transportes públicos - a não ser por questão de emergência de saúde. Não funcionarão, também, as feiras livres e os mercados públicos.

O período restritivo durante cinco dias será possível por conta da antecipação de três feriados: Corpus Cristh (dia 11 de junho), São João (24 de junho) e 2 de novembro (Finados). Com a concordância da Diocese local, estes feriados foram transferidos para segunda, terça e quarta-feira.

Outra medida anunciada pelo gestor foi a requisição administrativa de um andar inteiro do Hospital da Clipsi, que deverá acrescentar mais 10 leitos de UTI e 35 de enfermaria para tratar pacientes com Covid-19.

Postar um comentário

0 Comentários