Sindicato emite nota de repúdio contra declarações de presidente da CDL


Assim como fez o Conselho Municipal de Saúde, o Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Campina Grande e Região também divulgou nota de repúdio às declarações do presidente da CDL, Artur Bolinha, que chamou de “circo” as reuniões para discussão da abertura ou não do comércio. Leia na íntegra:

NOTA DE REPÚDIO AO PRESIDENTE DA CDL

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Campina Grande e Região, José do Nascimento Coelho, vem de público repudiar à postura desrespeitosa, deselegante e antidemocrática do Presidente da CDL-CG - Câmara de Dirigentes Lojistas, para com os representantes dos mais diversos segmentos que participaram da reunião do último dia 11, através de videoconferência, na qual o Prefeito decidiu adiar a reabertura do comércio para o próximo dia 20.

Ao denominar de circo a reunião de discussão do isolamento social, como medida de prevenção para evitar a disseminação do coronavírus, a qual teve a participação da representação dos empresários, Ministério Público Federal,  Ministério Público do Trabalho, órgãos da vigilância sanitária e da saúde, trabalhadores, do controle social, entre  outros, o representante da CDL mostra o despreparo de uma pessoa que pretende chegar a um cargo no Executivo.

Estamos de acordo com as orientações das organizações mundiais de saúde. Vamos manter a nossa postura, seguindo a recomendação da OMS - Organização Mundial de Saúde.

Diante da nova medida do Ministério Público Federal da Cidadania, que responsabiliza o Gestor pelo afrouxamento do isolamento social, em meio à epidemia do novo coronavírus, impondo a este critérios,  esperamos que os gestores atentem para a situação considerada ainda muito grave.

JOSÉ DO NASCIMENTO COELHO

Presidente do Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Campina Grande e Região

Nenhum comentário

.