Facebook

header ads

PSD deve sair da janela com pelo menos dez vereadores em Campina Grande


As informações ainda não são oficiais porque, mesmo tendo o fechamento da chamada janela partidária, prazo para os candidatos trocarem de partido, se fechado na sexta-feira, na prática as legendas estendem o fechamento das listas – algumas, inclusive, aproveitarão ao máximo o limite para atualização dos cadastros, numa burla aos prazos que pode se estender até o dia 15.

De qualquer forma, num apanhado prévio até agora, a constatação é que o PSD deverá sair com uma força impressionante desse processo, formando quase a metade do corpo da Câmara de Vereadores de Campina Grande e montando um chapão extremamente pesado para as eleições de outubro.

Pela relação prévia, portanto ainda dependente de confirmação, o partido deverá contar com ao menos dez vereadores, podendo chegar a onze, além de três suplentes que assumiram temporariamente nesta legislatura.

Os filiados confirmados pelo blog em checagens diversas: Pimentel Filho, João Dantas e Ivonete Ludgério (os três já eram do PSD), Alexandre Pereira, Sargento Neto, Janduy Ferreira, Teles Albuquerque e Aldo Cabral. A confirmar: Nelson Gomes (que não será candidato à reeleição) e Márcio Melo. Algumas informações apontam que Rodrigo Ramos também pode ter aderido.

Além disso, foram para o PSD os suplentes Ivan Batista, Marcos Raya e Soraya Brasileiro. Também se filiaram nomes com expectativa de votação expressiva, como Eva Gouveia, Rafafá e Patrick Dorneles. O ex-deputado estadual Bruno Cunha Lima, pré-candidato a prefeito, também mudou-se para o PSD.

Postar um comentário

0 Comentários