Justiça nega pedido para reabrir o comércio de CG. CDL vai recorrer


A juíza Ana Carmem Jordão, da 2ª Vara da Fazenda Pública de Campina Grande, indeferiu o pedido apresentado pela Câmara de Dirigentes Lojistas do município, por meio de uma ação civil pública, para autorizar a reabertura do comércio - que está fechado por força de decreto assinado pelo prefeito Romero Rodrigues até pelo menos 03 de maio.

Em curta nota, a CDL informou que vai recorrer da decisão. Veja:

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Campina Grande (CDL) deve recorrer da decisão da juíza Ana Carmem Pereira Jordão, da 2° Vara da Fazenda Pública, que negou no final da tarde desta quinta-feira (23) o pedido protocolado pela entidade defendendo a reabertura do comércio.

A CDL respeita a decisão da magistrada, porém, deverá entrar com recurso já nesta sexta-feira (24) pedindo que as lojas tenham permissão para reabrir já na próxima semana, evitando assim, que mais prejuízos sejam causados à economia da cidade e que mais pessoas percam o emprego.

Nenhum comentário

.