Facebook

header ads

Aliança pelo Brasil: Flávio Bolsonaro fala em decisão política de ficar fora de 2020


Somente um excesso muito grande de otimismo (o que não chega a ser incomum entre os integrantes dos polos extremos da política nacional) levava alguém a crer que o Aliança pelo Brasil, legenda em processo de criação pelo grupo ligado ao presidente Jair Bolsonaro, estaria em condições de disputar as eleições deste ano.

Para os ainda crédulos, o senador pelo Rio de Janeiro Flávio Bolsonaro, filho do presidente, foi o porta-voz da notícia a menos de um mês para o fim do prazo para que os que pretendem disputar as eleições de outubro estejam com a filiação partidária em dia: o Aliança está fora do páreo e somente deverá entrar em campo nas eleições gerais de 2022.

De acordo com Flávio, além do aspecto técnico, ou seja, da não conclusão dos procedimentos para o registro do partido, teria havido uma opção política por não tentar acelerar o processo. “É melhor a formação do partido acontecer com bastante calma. Não tem porque ter pressa já para esse ano, pois queremos um partido para o resto da vida, que vai chegar muito bem estruturado para 2022 e as eleições seguintes”, disse.

O senador também revelou que a futura sigla já contabiliza mais de um milhão de assinaturas de apoiamento.

Postar um comentário

0 Comentários