Quatro eleitos para o Conselho Tutelar perdem registro e não tomarão posse


A solenidade de posse dos conselheiros tutelares de Campina Grande para o próximo quadriênio ocorrerá nesta sexta-feira, 10. O resultado final do processo foi publicado na última edição do Semanário Oficial do Município, que confirmou a eliminação de quatro candidatos eleitos no pleito de outubro.

Eles e outros concorrentes que não chegaram a ser eleitos participaram das eleições por força de decisão judicial provisória, tendo em vista que as declarações de experiência que apresentaram, requisito indispensável, eram de entidades que não tinham registro junto ao Conselho de Direitos da Criança e do Adolescente.

Em geral, os impugnados apresentaram declarações de entidades religiosas. Por força de liminar, conseguiram participar do processo eleitoral, mas a medida acabou caindo. A questão continua sendo discutida na esfera judicial, todavia, derrubada a decisão provisória, o conselho revisou a lista de eleitos.

REGIÕES NORTE E LESTE

Nestas duas áreas, não houve mudanças. Serão empossados os conselheiros Sueide Alves, Soraya Moura, Ellen Guedes, Cristiano Amorim e Maria da Paz na Região Norte e Boneca Clarita, Lana, Pastor Carlos, Ana Paula e Wanessa Costa na Região Leste.

REGIÃO SUL

Uma candidata eleita teve o registro impugnado nesta região. Trata-se de Lucineide Barbosa, que havia ficado na quarta posição. Com isso, a lista final do setor é a seguinte: Maria Betânia, Gislane de Melo, José Roberto, Adjane Oliveira e Maria Mônica.

REGIÃO OESTE

Foi a mais impactada pelo trâmite judicial. Os três mais votados – Alberto Berto, Nilda e Jean Pierre – perderam seus registros. Assim, tomarão posse nesta sexta-feira os seguintes conselheiros: Jeane, Josiflávio, Edcleide Almeida, Evânia Silva e Pedro Alisson.

Nenhum comentário

.