Facebook

header ads

Passados 2 meses, 40% do Aluízio Campos ainda não foram ocupados


No próximo sábado (11) completa-se dois meses da entrega do Conjunto Habitacional Aluízio Campos. Mesmo assim, 40% das 4100 moradias ainda não foram ocupadas pelos mutuários. A informação é do secretário adjunto de planejamento de Campina Grande, Dunga Júnior. O conjunto foi entregue dia 11 de novembro em solenidade que contou com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

A data limite para a ocupação é 15 de janeiro e quem não fizer corre o risco de perder a moradia. “Elas (as pessoas) teriam 30 dias para realizar a mudança. Mas esse prazo foi estendido devido ao final de ano, a alteração da data na entrega do Aluízio Campos... o setor de habitação fez uma extensão desse prazo, ele vai até 15 de janeiro”, explicou o secretário Dunga Júnior em entrevista à rádio Campina FM.

Nas redes sociais, perfis aparecem ameaçando invadir as moradias desocupadas. O secretário disse que os casos estão sendo repassados para o Ministério Público Federal (MPF). Ele ainda mandou um recado para quem está pensando em repassar ou tentar comprar um repasse de um mutuário. “Não vão na onda das pessoas que estão oferecendo vantagens e dizendo que desistiram e que vão repassar. Perde quem adquiri e perde quem vende”, disse.

Fonte: Blog do PP

Postar um comentário

0 Comentários