“Ricardo tem sangue nas mãos e sempre denunciei quem ele é”, diz vereador


O vereador Alexandre Pereira afirmou nesta quinta-feira que não lhe causou qualquer surpresa a expedição de mandado de prisão contra o ex-governador Ricardo Coutinho, que, de acordo com o Ministério Público, é o chefe da organização criminosa que se instalou na Paraíba desde 2010 desviando recursos sobretudo da saúde por meio de um esquema com a Cruz Vermelha Brasileira.

O parlamentar lembrou que desde 2013, quando assumiu o primeiro mandato na Câmara Municipal, tem denunciado de maneira incisiva o que considera atrocidades praticadas pelo socialista. Alexandre relembrou, inclusive, que muitas vezes foi criticado por conta exatamente do tom muito forte sempre utilizado para se referir a Ricardo.

“Mas agora, tudo o que falei está confirmado pelo Ministério Público. Ricardo Coutinho é tudo que eu sempre disse, um monstro. Aí estão as provas fartas: dinheiro da saúde desviado aos milhões. Dinheiro que faltou para tratar pacientes, que levou pessoas à morte por falta de uma medicação, como ocorreu em vários casos que, mesmo com determinação da Justiça, Ricardo não forneceu remédio a pacientes”, disse Alexandre.

“Por isso, eu reafirmo que Ricardo Coutinho e seus asseclas têm sangue nas mãos. O sangue inocente de pobres que morreram porque o Estado se recusava a cumprir ordens da Justiça para fornecer medicamentos que custavam alguns milhares de reais, enquanto milhões e milhões eram simplesmente roubados, divididos pela quadrilha que o ex-governador comanda”, frisou o vereador.

Alexandre Pereira também destacou que em nenhum momento, independente da configuração político-partidária do Estado, ficou ao lado de Coutinho. “Muita gente na Paraíba foi aliada deste indivíduo e depois virou adversária. Outros tantos eram adversários e depois se tornaram aliados dele. Tenho a honra de jamais ter me aliado ao mal, me associado a este que se sentia um deus e agora sua máscara caiu completamente”, completou o parlamentar.

Nenhum comentário

.