Vereador ironiza Bolinha e diz sobre o PSL: “É meu partido do coração”


O vereador Alexandre Pereira não disfarçou, durante entrevista ao Jornal Integração desta terça-feira, 06, na Campina FM, que está com um pé no PSL, bastante propenso a aceitar convite do deputado federal Julian Lemos. Sem a menor possibilidade de ficar no seu atual partido, o PHS, que inclusive se encontra em vias de ser incorporado pelo Podemos, Alexandre deve sair da legenda na janela partidária do ano que vem.

Ao confirmar ter recebido o convite de Julian, Alexandre gastou elogios ao deputado noviço e controverso, a quem classificou como “brilhante”, e foi enfático em relação à legenda: “O meu partido hoje de coração é o PSL”. Ainda assim, foi ponderado sobre a decisão de aceitar ou não o chamamento. “É claro que isso depende também do processo interno do partido”, afirmou.

Esse parêntese colocado pelo vereador refere-se à possibilidade de o PSL sair com candidatura própria a prefeito, conforme já declarou Lemos. Alexandre, na condição de aliado muito próximo ao atual gestor, Romero Rodrigues (PSD), seria então levado à oposição.

Sobre esse problema, todavia, o vice-líder do prefeito na Câmara prefere apostar na composição e, na resposta, se trai ao já tratar o PSL como “nosso partido”. “Quem sabe o nosso partido possa ter um candidato que seja aliado do nosso grupo político? Eu não posso me antecipar ao que ainda não aconteceu, eu estaria morrendo de véspera”, ponderou.

BOLINHA

Questionado sobre a possibilidade de ingresso na legenda do empresário Artur Bolinha, que chegaria ao PSL com status de pré-candidato a prefeito, Alexandre Pereira minimizou. “Eu já vi muita gente anunciar que seria candidato por um partido ou um grupo político e não ser. Não vejo motivo de nos antecipar a isso, até porque conversei com Julian Lemos no último sábado (e não foi confirmada essa possível candidatura de Bolinha)".

Sem citar nomes ou confirmar se estava se referindo ao empresário, Alexandre soltou alguns torpedos. “Eu não posso apenas incorporar a imagem de um partido porque eu quero ser candidato por esse partido. É o político camaleão, que muda de cor onde o ambiente lhe agrada”, cutucou.

----
Imagem: Victor Silva - Campina FM

Nenhum comentário

.