Número de mototaxistas regulamentados poderá aumentar em Campina Grande


Tramita na Câmara Municipal de Campina Grande um projeto de lei de autoria do vereador Saulo Noronha (SD) que propõe a ampliação do número de mototaxistas regulamentados na cidade. Esse número é estabelecido por lei numa proporção direta entre mototaxista/população e, atualmente, a norma em vigor estabelece o parâmetro de um profissional da modalidade para cada 385 campinenses.

Pela proposta de Saulo, esse número deverá passar para um mototaxista para cada grupo de 260 pessoas. “A gente vai aumentar o quantitativo desses profissionais porque existe um grande número de mototaxistas não regularizados e essa ampliação interessa também a população, já que haverá uma maior oferta do serviço realizado dentro dos parâmetros da legalidade”, comentou o vereador.

Saulo Noronha lembrou que, caso o projeto seja aprovado e sancionado pelo prefeito, o processo de seleção e regulamentação dos novos mototaxistas ficará a cargo da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP), que deverá lançar um edital com todos os trâmites necessários.

O parlamentar entende que o serviço de mototáxi em Campina Grande representa um desafio para a gestão pública, sobretudo pelo elevado número de pessoas atuando de maneira irregular e, inclusive, com indivíduos utilizando-se da atividade para a prática criminosa.

“O sujeito se passa por um pai de família, usa um colete falso, sendo um bandido. Com o projeto, ampliamos o número de profissionais que passarão pelo crivo da seleção e da regulamentação, podendo e devendo a população evitar os serviços de quem não estiver regulamentado”, ressaltou.

Nenhum comentário

.