Comércio de CG não precisa de autorização de sindicato para funcionar nesta quinta


Ao contrário do que disse à imprensa o presidente do Sindicato dos Comerciários de Campina Grande, José do Nascimento Coelho, os empresários que decidiram abrir suas portas nesta quinta-feira, 20, feriado municipal de Corpus Christi, não precisam de uma espécie de autorização da entidade para funcionar.

Isso porque os sindicatos e associações que representam os comerciantes conseguiram obter na justiça uma tutela cautelar antecedente que assegurou o direito de abrir sem depender de qualquer aval do sindicato. A decisão foi do juiz André Wilson Avellar de Aquino, da 5ª Vara do Trabalho de Campina Grande.

Corpus Christi é um feriado religioso municipal. Parte do empresariado resolveu abrir de olho nos consumidores que, em geral, acabam não tendo tempo de ir ao centro e poderão aproveitar a data para fazer compras. Já na próxima segunda-feira, 24, Dia de São João e que voltou a ser feriado na Rainha da Borborema, o comércio não vai funcionar.

O trabalhador que estiver em serviço neste feriado terá direito a uma folga no prazo de até 21 dias, além de um abono, considerado ajuda de custo avulsa, paga no fim do dia em dinheiro, com assinatura de recibo, e do vale-transporte extra.

Nenhum comentário

.