Advogados de CG criticam título de cidadania para presidente nacional da OAB


Após o blog noticiar que o presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil, Felipe Santa Cruz, vai ser homenageado com o título de cidadania campinense, por propositura do vereador Renan Maracajá, houve uma verdadeira chuva de críticas à iniciativa, oriundas de todos os segmentos da sociedade.

Porém, um fator sintomático é que boa parte dessa reação vem exatamente da classe dos advogados, categoria que tem Santa Cruz como – digamos – líder. Expressões como “não me representa” foram repetidas, assim como o questionamento evidente: o que teria feito por Campina Grande o presidente nacional da OAB para ser merecedor da honraria?

A pergunta, aliás, segue sem resposta, tendo em vista que, em sua propositura, o vereador limitou-se a copiar e colar um texto da Wikipédia sobre a biografia do homenageado.

Outro ponto que aquece às críticas à honraria é que, neste curto período à frente da Ordem, o presidente coleciona embates com seu próprio segmento. Em mensagem enviada ao Jornal Integração, da rádio Campina FM, um professor lembrou o episódio em que Santa Cruz teria xingado advogados.

O episódio, amplamente repercutido por vários portais, teria acontecido em meio a uma discussão ocorrida nas redes sociais. Mas, apesar de toda a reclamação e dos vários questionamentos, com polêmica ou não Felipe Santa Cruz deverá acabar recebendo a mais elevada homenagem do município, tornando-se cidadão de Campina Grande.

Nenhum comentário

.