Acusado de matar Joacir Oliveira Filho, Roberto Vicente se torna réu



O juiz Bartolomeu Correia Lima, da Primeira Vara do Tribunal do Júri da Comarca de Campina Grande, recebeu a denúncia do Ministério Público Estadual e tornou réu por homicídio o empresário Roberto Vicente Correia do Monte.

Robertinho, como é mais conhecido, é acusado de matar o radialista Joacir Oliveira Filho, de 34 anos, na noite do dia 30 de maio, dentro de um restaurante no centro da cidade, com um tiro no peito disparado a queimada roupa.

O acusado foi preso pela Polícia Civil no dia seguinte ao crime, enquadrado pela delegada de Homicídios, Suelane Guimarães, como qualificado por motivo fútil. Roberto Vicente está em um presídio de João Pessoa, por alegadas razões de segurança.

Após matar Joacir, ele fugiu do local auxiliado pelo ex-policial militar Mário Lúcio de Oliveira, que atuaria como seu segurança e motorista. Inicialmente, Mário foi ouvido pela PC como testemunha, mas deverá responder por participação – em grau ainda não revelado.

Robertinho teria alegado que o crime ocorreu no meio de uma discussão por causa de um relógio, que seria do acusado. O objeto, inclusive, foi encontrado dentro do restaurante por um policial militar e entregue à delegada.


Nenhum comentário

.