Governador acreditava que Parque de Exposições de Campina Grande estava inativo


O presidente da Sociedade Rural da Paraíba, Josenildo Alcântara, revelou em entrevista à Rádio Campina FM nesta quarta-feira, 29, que o governador da Paraíba, João Azevedo, acreditava que o Parque de Exposições Carlos Pessoa Filho, em Campina Grande, não estava em funcionamento. E, exatamente por isso, considerou usar o espaço para construir um centro de convenções.

“Ele disse que a notícia passada para ele era de que o parque estava inativo e por isso surgiu a possibilidade da construção do centro de convenções. Mas, afirmou que vai rever a decisão e o meio rural ficou muito feliz. Estamos aguardando um posicionamento oficial”, contou Josenildo.

O contato de João com os agropecuaristas ocorreu durante visita do governador à exposição de animais. “Ele pôde constatar, in loco, a vitalidade do parque, que não é somente em período de evento como a Expapi, mas durante a semana, com as feiras que ocorrem no local, além de ser sede de entidades e da própria cavalaria da Polícia Militar”, explicou ainda o presidente da Sociedade Rural.

O detalhe é que João Azevedo ainda relatou aos produtores rurais que a informação sobre a inatividade do Parque de Exposições já era conhecida dentro do Governo do Estado desde a gestão de Ricardo Coutinho. Agora, com a descoberta pelo Palácio da Redenção de que o Parque de Exposições está vivo e ativo, o equipamento deve escapar da demolição.

Imagem: Secom/Divulgação

Nenhum comentário

.