Com Alexandre na presidência, CPI dos Combustíveis é instalada na Câmara Municipal de Campina Grande


O vereador Alexandre Pereira (Alexandre do Sindicato) usou a tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande na manhã desta segunda-feira, 27, para fazer um apelo à mesa diretora da Casa e aos seus pares no sentido de que a CPI dos Combustíveis, proposta pelo parlamentar e aprovada em abril, fosse instalada imediatamente, a fim de viabilizar a abertura dos trabalhos, com o intuito de buscar uma resposta sobre a política de preços dos combustíveis na cidade, que tem penalizado a população.

A presidente do legislativo, vereadora Ivonete Ludgério, atendeu ao apelo de Alexandre e, ouvindo as lideranças, a comissão foi designada, sendo composta pelos vereadores Renan Maracajá, Márcio Melo, Luciano Breno e Rodrigo Ramos, além do próprio autor do requerimento que criou a CPI, que presidirá o grupo de trabalho. Agora, os membros da comissão vão se reunir para definir as demais funções dos seus integrantes e os próximos passos a serem desenvolvidos.

Alexandre ressaltou a importância dessa investigação e seu esforço para aprovação e instalação da CPI. "É um clamor do povo de Campina Grande diante de uma política de preços dos combustíveis que tem se revelado um verdadeiro escárnio, numa lógica que não faz qualquer sentido e que penaliza a cidade. Por isso propus essa investigação e por isso tenho trabalhado há cerca de dois meses para viabilizá-la. Agora, é dar inícios aos trabalhos", comentou o vereador.

O presidente da CPI dos Combustíveis lembrou, inclusive, que novamente os preços do produto voltaram a causar indignação na população campinense, quando os postos da cidade aumentaram os valores da gasolina e do etanol exatamente no mesmo dia em que a Petrobras reduziu em 4,4% o preço da gasolina para as refinarias. "Somente uma investigação profunda poderá encontrar respostas para esse tipo de absurdo", avaliou Alexandre Pereira.

Nenhum comentário

.