Colapso hídrico afeta comércio de Campina Grande, confirma Câmara de Dirigentes Lojistas


Fonte: Da assessoria

Desde a noite da última sexta-feira (15) a população de Campina Grande e região vêm enfrentando uma série de problemas causados após o incêndio ocorrido na estação elevatória de Gravatá, no município de Caturité, que resultou na interrupção do abastecimento hídrico e prejudicando mais de 500 mil pessoas.

Os reflexos do colapso hídrico já podem ser vistos por toda a parte e já ameaça a economia local. Desde a terça-feira (19) é notória a diminuição de consumidores circulando nas ruas do Centro de Campina Grande e se a situação não for resolvida ameaça também o funcionamento de alguns segmentos do varejo, que já ameaçam paralisar as atividades.  A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) ainda está calculando os danos causados ao comércio e quais os transtornos que poderão surgir caso o problema não seja resolvido em curto prazo.

Em nome de mais de mil empresas associadas, a CDL cobra um posicionamento por parte do excelentíssimo governador João Azevedo, para que toda a humilhação sofrida pelos moradores da segunda maior cidade do Estado da Paraíba chegue ao fim. Vivemos um momento de calamidade pública e o silêncio da maior autoridade do Estado incomoda. 

Em 2018 o comércio sofreu para conseguir se recuperar dos reflexos deixados pela greve dos caminhoneiros, agora o problema volta com outras proporções que poderão deixar marcas até o momento incalculáveis.

Nenhum comentário

.