Em viagem ao Sertão, Alexandre confirma disparidade do preço dos combustíveis em Campina Grande



O vereador Alexandre Pereira (Alexandre do Sindicato), do PHS, viajou ao Sertão da Paraíba no feriado do Dia de Finados e, parando em postos ao longo do caminho, constatou in loco aquilo que os campinenses há muito denunciam: o combustível de Campina Grande é, em geral, mais caro que em cidades localizadas mais ao interior do Estado.

Essa realidade põe por terra o argumento dos revendedores de Campina, que alegam que a diferença expressiva no preço da gasolina, etanol e diesel aqui em relação a outras cidades próximas se justificaria pela maior distância entre a Rainha da Borborema e o porto de Cabedelo, o que torna o frete mais oneroso. “Muito mais distantes de Cabedelo são as cidades do Alto Sertão e, mesmo nelas, encontrei combustível mais em conta que em Campina”, rebateu o parlamentar.

Alexandre gravou um vídeo em que mostra as tabelas de preços de municípios como Aparecida, Marizópolis e Cajazeiras, em todos os casos com valores abaixo dos praticados em Campina Grande. “Alguma coisa precisa ser feita urgentemente. Os campinenses não podem continuar submetidos a essa política de preços dos revendedores. Gasolina mais barata quase 400 quilômetros a dentro é uma afronta”, disse.

Na semana passada, o vereador Alexandre Pereira usou a tribuna da Câmara Municipal de Campina Grande para pedir providências ao Procon e ao Ministério Público quanto ao assunto. O parlamentar lembrou, também, outra queixa da população: quando o preço dos combustíveis sobe nas refinarias, o aumento imediatamente chega às bombas na cidade, mas, quando cai, a baixa não é repassada ao consumidor.

Nenhum comentário

.