Vereadores de Campina Grande aprovam projeto que proíbe alimentar pombos em praças públicas



Informações da assessoria
(Editado)

Foi aprovado em sessão ordinária da Câmara Municipal de Campina Grande, realizada na última quinta-feira (14), o Projeto de Lei 246/2017 de autoria do vereador João Dantas (PSD), que dispõe sobre a proibição de alimentar pombos em espaços públicos.

João explicou que o pombo é transmissor de algumas doenças. A mais grave é a criptococose, causada pelo fungo cryptococcus. No entanto, a maior parte das pessoas, ao entrar em contato com o fungo, não manifesta a enfermidade. Geralmente, os infectados são pacientes imunologicamente debilitados, como portadores de HIV ou câncer.

“Há outras doenças transmitidas, como salmonelose, causada pela ingestão de ovos ou carne contaminados pela bactéria salmonella, também presente nas fezes de pombos. As penas e ninhos podem agravar quadros alérgicos”, justificou Dantas.

Alguns especialistas afirmam que o pombo é um rato de asas que transporta sujeira. O vento faz com que as partículas dos fungos se depositem também em objetos e alimentos.

O vereador Olimpio Oliveira (PMDB) parabenizou João Dantas pela iniciativa e ratificou sua preocupação no controle populacional dessa espécie que em grande quantidade pode causar transtornos para saúde, principalmente de crianças.

André Gomes - Assessoria

Nenhum comentário

.