Presidente do BNDES acredita em candidatura de Michel Temer à presidência da República em 2018


De passagem por Campina Grande nesta segunda-feira, 21, para proferir palestra em evento de uma faculdade privada, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Paulo Rabello de Castro, fez previsões otimistas sobre a recuperação do país e a saída da crise em 2018.

Ao ser questionado sobre a possibilidade de ser candidato nas próximas eleições, tese ventilada após sua filiação ao PSC, ele não apenas descartou que alimente esse interesse, como ainda fez um comentário surpreendente, dadas as circunstâncias do cenário nacional.

Paulo Rabelo revelou não descrer das chances de uma candidatura do atual presidente, Michel Temer, apesar de o peemedebista vir batendo todos os recordes de impopularidade, além de se ver envolvido com denúncias que o obrigaram a manobras junto à Câmara dos Deputados, a fim de evitar, por duas vezes, um inédito caso de processo contra um presidente em exercício pelo Supremo Tribunal Federal.

“Existe uma ordem nisso. Normalmente, o principal candidato numa eleição é o próprio presidente, se ele já não estiver reeleito. O presidente Temer, por exemplo, neste caso, teria prioridade. Então, vamos aguardar 2018, para que a gente observe o desempenho da economia, que, tenho certeza, vai melhorar muito”, disse em entrevista à rádio Campina FM.

Como se vê, o presidente do BNDES, que é economista, aposta que uma expressiva recuperação do país neste segmento representaria uma grande (bota grande nisso!) reviravolta no cenário político. Tomara que Paulo Rabelo de Castro seja melhor nas previsões econômicas que nas suas conjecturas políticas.

-----
Imagem: Ascom/BNDES

Nenhum comentário

.