Deu na Campina FM: Criminalidade afeta até o preço do pão na Paraíba. Sindicato confirma impacto


O presidente do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado da Paraíba, Romualdo Farias, afirmou à reportagem da Campina FM na manhã desta terça-feira, 08, que a criminalidade tem afetado diretamente o preço final até do pão que os cidadãos comem no café da manhã ou no lanche da tarde.

“As padarias hoje estão fechando mais cedo, gastando muito em segurança, câmeras, vigilância, e isso tudo é um custo, que termina sendo repassado no nosso preço”, admitiu. “Porque, na medida em que o estabelecimento hoje tem que destinar uma verba para manter sua segurança, contratar pessoas ou empresas, isso gera um custo, que é repassado no final para o consumidor, que é quem sofre com tudo”, completou.

Romualdo fez críticas à impunidade, que, no entendimento do empresário e líder de classe, representa um estímulo à violência. “Isso é um problema sério, não só para o setor de panificação, claro, mas para todos os estabelecimentos comerciais e para as pessoas em geral. É assalto por todo canto, a violência está desenfreada”, lamentou.

O presidente do Sindicato de Panificação afirmou que o aumento do custo dos combustíveis ainda não causou um impacto expressivo sobre o setor, embora o reajuste recente deva resultar em uma alta do frete, a se refletir nos próximos dias. De acordo com ele, o trigo ainda mantém preço estável.

Nenhum comentário

.