Para Luciano Breno, ação de vereador revela “alguém insatisfeito com a vontade do povo e a vontade de Deus”


O vereador pastor Luciano Breno (PPL) tem buscado reagir com calma e frieza à ação movida pelo primeiro suplente em exercício do PSC, Álvaro Farias, contra um candidato não eleito da sua coligação, Jair da UPA, que poderá lhe tirar o mandato. Em conversa com a reportagem da Campina FM, Luciano, que é advogado, classificou a iniciativa como uma “aventura jurídica”.

“A candidatura de Jair foi devidamente deferida, o resultado das eleições transita em julgado, então nós chamamos essa ação como uma aventura jurídica. Respeito o anseio do amigo Álvaro, mas entendo que é uma ação que não tem procedência, então estou muito tranquilo”, declarou.

Luciano Breno procurou evitar um confronto direto com Álvaro e se classificou como “a parte harmoniosa da situação”, assegurando que não tem nada contra o colega. Mas, apesar dos panos quentes, como religioso-político não deixou de alfinetar o suplente em exercício.

“O que temos é apenas uma aventura jurídica, repito. Alguém que, insatisfeito com a vontade do povo e a vontade de Deus tenta a todo custo passar para o tapetão. Tem pessoas que pensam assim: ‘eu quero isso de todo jeito, não quero saber de quem estou passando por cima’; mas tenho que respeitar”, complementou.

Nenhum comentário

.