“Se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar”, escreveu filho de Teori em junho

Teori durante sabatina no Senado. Imagem: EBC

Pouca repercussão houve de uma declaração forte feita, em junho do ano passado, por Francisco Prehn Zavascki, filho do ministro Teori Zavascki, através de sua conta no Facebook. “É óbvio que há movimentos dos mais variados tipos para frear a Lava Jato. Penso que é até infantil imaginar que não há, isto é, que criminosos do pior tipo (conforme o MPF afirma) resolveram se submeter à lei”, postou.

Em seguida, Francisco deu a entender que a família do ministro corria algum tipo de risco direto ou Teori enfrentava algum tipo de pressão concreta para tentar barrar as investigações. “Acredito que a Lei e as instituições vão vencer. Porém, alerto: se algo acontecer com alguém da minha família, vocês já sabem onde procurar...! Fica o recado!”.

O avião em que estava o relator da Lava Jato no Supremo Tribunal Federal caiu em Paraty, no litoral do Rio de Janeiro, na tarde desta quinta-feira. O próprio filho confirmou a morte do ministro, que tinha 68 anos.

Nenhum comentário

.