Jornalismo

Profissional atuando desde 2008 no mercado, com passagem por todos os meios. Experiência, credibilidade e qualidade

Comunicação institucional

Profundo conhecimento da dinâmica e caminhos da comunicação institucional eficiente, quer no setor público, quer na esfera privada

Direito

Advogado com atuação na área cível em geral e foco em direito do consumidor, além de assessoria legislativa para supervisão e elaboração de projetos

Cursos online

Didática diferenciada, metodologia direta, clara e objetiva buscando a máxima eficiência do estudo

Blog

Mais uma liminar suspende reajuste de salários de vereadores paulistanos. Desembargador aponta “ofensa à Constituição”


Uma liminar do desembargador Borelli Thomaz, do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, poderá ter forte repercussão em Campina Grande. Contrariando a tese de que o reajuste concedido pelos vereadores daquela cidade em dezembro era legal, o magistrado considerou que o ato representa “uma ofensa à Constituição”. Segundo a revista Veja (versão online), ele afirmou, ainda, que o reajuste “é incompatível com os primados da moralidade, proporcionalidade, da razoabilidade e da economicidade, em especial ao considerar-se ter sido levada a efeito em momento a exigir absoluta cautela no trato das receitas públicas”.

Uma liminar anterior já havia barrado o aumento. Naquela decisão, o juiz Alberto Alonso Muñoz entendeu que a medida dos vereadores feriu a Lei de Responsabilidade Fiscal, por implicar em reajuste a menos de 180 dias do fim do mandato da mesa diretora. Vale lembrar que tanto a decisão do desembargador quanto a do juiz são provisórias, mas o posicionamento representa um forte entendimento contra a decisão da Câmara Municipal de São Paulo, repetida por casas legislativas em todo o país.

No caso de São Paulo, a decisão do juiz de primeiro grau respondeu a uma ação popular, enquanto a do desembargador acolheu ação interposta pela OAB do município. Na semana passada, uma liminar também suspendeu o reajuste aprovado pelos vereadores de Ilhéus, na Bahia, também com base na Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ações judiciais semelhantes tramitam em Campina Grande, apresentadas pela OAB local, Sintab e o ex-candidato a prefeito Artur Bolinha. Aqui, os vereadores majoraram os salários em mais de R$ 3 mil no fim do ano passado, e ainda se concederam outro benefício: o décimo-terceiro, que também é questionado na justiça.

Imagem: Ascom TJSP

Authorism Theme

Jornalismo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Comunicação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Direito

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.!

Cursos

4th one time fitness expert, wellness writer, personal trainer, group ex health coach. I am advocates of everything good in the fitness industry and of the people who make it great!

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.