Institutos acertaram resultado das eleições em Campina Grande. Open Data foi o mais preciso


Os institutos 6Sigma e Open Data, que realizaram levantamentos na última semana da eleição para prefeito de Campina Grande, acertaram os resultados. O candidato que ficou um pouco mais distante dos números apontados foi Artur Bolinha, PPS, mas por um motivo explicável: ele nitidamente cresceu após dois debates na televisão promovidos quando a coleta de dados nas ruas já havia sido encerrada por ambas as empresas.

O 6Sigma, empresa conceituada que apontou resultados certeiros nas eleições mais recentes e já vem realizando trabalhos em toda a Paraíba e até mesmo em estados vizinhos, trabalhou com uma margem de erro de 2,95%, numa parceria com o Sistema Correio, e mais uma vez confirmou o acerto dos seus levantamentos.

Este ano, a Campina FM fechou parceria com um grupo novo e pouco conhecido, o Open Data Analysis, uma empresa júnior formada por alunos do curso de estatística da UEPB, sob a supervisão de professores renomados no segmento. Apesar da desconfiança gerada no início pelo fato de se tratar de um instituto novo, o resultado do levantamento foi certeiro. Número por número, o Open Data, que apontou a menor margem de erro nas pesquisas da cidade, 2,5%, apresentou os resultados mais precisos, conforme mostra o quadro acima.

Além disso, a pesquisa veiculada pela rádio Campina FM cravou o nome do vereador mais votado, o novato Renan Maracajá (PSDC), e dos dezesseis candidatos que relacionou como citados por mais de meio por cento do eleitorado, nada menos de doze se elegeram.

Nenhum comentário

.