Veneziano critica aumento de tarifas de ônibus na gestão atual e garante implantar o VLT em Campina


Fonte: assessoria

Antes de iniciar mais uma caminhada pelas ruas do Monte Santo, na tarde desta terça-feira (23), o candidato a prefeito de Campina Grande pela Coligação “Campina Pensando Grande”, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), criticou aumentos nas tarifas de ônibus em Campina Grande, praticados pela gestão atual, e assumiu o compromisso de implantar o Veículo Leve Sobre Trilhos – VLT, conhecido como Metrô de Superfície.

“A atual gestão aumentou três vezes o preço da tarifa de transportes em um período de um ano. Foram aumentos suficientemente superiores ao índice inflacionário. Qual o comprometimento dessa gestão com os estudantes? Indagou Veneziano, garantindo que em 2017 irá implantar o VLT.

Ele lembrou que sua gestão construiu o Terminal de Integração de Passageiros e não permitiu qualquer reajuste na tarifa de transporte coletivo acima da inflação.

“Eu carrego comigo um histórico de obras, de quem sempre respeitou as pessoas que dependem dos transportes coletivos, através do Sistema Integrado, da bilhetagem única e na melhoria das vias públicas, enquanto o atual gestor falta com a verdade, pois aumentou a passagem de ônibus três vezes em apenas um ano, após ter prometido, numa entrevista veiculada em toda a imprensa campinense, que até o final do ano não aumentaria mais a tarifa”, afirmou.

Veneziano lamentou a postura da gestão tucana em abandonar a atenção básica, acabar os centros de especialidades odontológicas, além de fechar as 9 cozinhas comunitárias e os restaurantes populares, prejudicando sete mil pessoas. “Eu não creio que Campina deseja que isso continue. Eu ando por Campina sabendo o que de bom fiz pelos campinenses”.

Ele lembrou que, quando assumiu o governo, em 2005, haviam apenas 34 equipes do Programa de Saúde da Família em Campina Grande. E em oito anos, conseguiu elevar esse número para 94 equipes. Ou seja, triplicou a quantidade de PSFs na cidade. “A nossa meta, agora, é garantir a cobertura de 100% de PSFs, na próxima gestão”.

Com a autoridade de quem fez mais de 3 mil obras, ele também afirmou que está muito mais preparado para governar os destinos da cidade, pelo fato de ter passado oito anos à frente da Prefeitura e pelo conhecimento que adquiriu pelas demandas da sociedade ao longo desse tempo. “Por onde passo na cidade, tenho ouvido elogios à nossa administração e insatisfações diante da péssima administração atual”, disse.

Nenhum comentário

.