Novo modelo de racionamento amplia período sem água em Campina Grande


Por trás da mudança no sistema de racionamento do abastecimento em Campina Grande, revelado em primeira mão pela Campina FM nesta quinta-feira, está uma ampliação expressiva do período em que a população da cidade e municípios vizinhos ficará sem água. Conforme as informações repassadas pelo gerente regional da Cagepa, veiculadas pelo Jornal Integração nesta quinta e confirmada à tarde pela assessoria da companhia, os bairros de Campina ficarão cerca de cinco dias consecutivos desabastecidos a partir de 18 de julho.

Tendo em vista, porém, como alerta Ronaldo Meneses na conversa com a reportagem da emissora, os aspectos físicos da rede de distribuição e a topografia da região, alguns bairros – sobretudo aqueles mais altos – deverão enfrentar um período ainda maior sem uma gota d’água nas torneiras.

Confira a relação das zonas e bairros na íntegra do comunicado:

COMUNICADO:

A Cagepa comunica à população de Campina Grande e demais cidades abastecidas pelo açude de boqueirão que, devido o baixo nível de água armazenada no manancial, deverá adotar um novo cronograma de racionamento, com o mesmo volume de água ofertada, a partir do dia 18 de julho de 2016, conforme modelo abaixo:

ZONA 1

Acácio Figueiredo, Cruzeiro, Distrito Industrial, Estação Velha, Itararé, Mirante, Jardim Paulistano, Catolé, Liberdade, Presidente Médice, Sandra Cavalcante, Ligeiro, Tambor, Três Irmãs, João Agripino, Velame, Jardim Vitória, Vila Cabral, Novo Horizonte, Novo Cruzeiro, Ressurreição, Dinamérica, Jardim Borborema, Jardim Verdejante, Malvinas, Quarenta, Ramadinha, João Paulo II, Sonho Meu, Meu Sonho, Chico Mendes, Alameda, Santa Cruz, Santa Rosa, Serrotão, São Januário, Universitário, Cinza, Ana Amélia, Lagoa de Dentro, Distrito de São José da Mata, Distrito de Santa Terezinha e cidade de Pocinhos.

A partir, aproximadamente, das 5:00 horas da madrugada das segundas-feiras à meia noite, aproximadamente, das quarta-feiras.

Devido a condições topográficas e da rede hidráulica, os horários de início e término da distribuição, poderão sofrer variações.

ZONA 2

Alto Branco, Araxá, Bairros das Nações, Centro, Pedregal, Prata, Conceição, Cuités, Jenipapo, Antas, Jardim Continental, Jardim Tavares, Juracy Palhano, Condomínios Residence Privê, Sierra, Atmosfera e Green, Jeremias, Lauritzen, Louzeiro, Monte Santo, Novo Bodocongó, Bodocongó, Centenário, Palmeira, Castelo Branco, Glória, José Pinheiro, Monte Castelo, Nova Brasília, Santo Antônio, Belo Monte, Bela Vista, São José, Nenzinha Cunha Lima e Bonald Filho, Bairro das Cidades, Catolé de Zé Ferreira, Catingueira e Distrito de Galante.

A partir das 5:00 horas, aproximadamente, da madrugada das quintas-feiras até às 13:00 horas, aproximadamente, dos sábados.

Devido a condições topográficas e da rede hidráulica, os horários de início e término da distribuição, poderão sofrer variações.

2.0 SISTEMA DO BREJO: EIXO/CIDADE/ABASTECIMENTO

Eixo 1

Lagoa Seca.

Durante 48 horas, a cada 15 dias, iniciando-se, no dia 21 de julho, aproximadamente, às 13 horas das quintas-feiras até, aproximadamente, às 13 horas dos sábados.

O escritório local detalhará o abastecimento da cidade.

Eixo 2

Alagoa Nova, Matinhas e São Sebastião de Lagoa de Roça.

Durante 48 horas, a cada 15 dias, iniciando-se, no dia 28 de julho, aproximadamente, às 13 horas das quintas-feiras até, aproximadamente, às 13 horas dos sábados.

Os escritórios locais detalharão o abastecimento das cidades.

3.0 SISTEMA ADUTOR DO CARIRI: EIXO/CIDADE/ABASTECIMENTO

Eixo 1

Boqueirão, Boa Vista e Soledade.

Ocorrerá a cada 15 dias. A partir das 5:00 horas da madrugada, aproximadamente, das segundas-feiras às 17:00 horas, aproximadamente, das sextas-feiras.

Os escritórios locais detalharão o abastecimento das cidades.

Eixo 2

Alagoa Nova, Matinhas e São Sebastião de Lagoa de Roça.

Ocorrerá a cada 15 dias. A partir das 5:00 horas da madrugada, aproximadamente, das segundas-feiras às 17:00 horas, aproximadamente, das sextas-feiras.

Os escritórios locais detalharão o abastecimento das cidades.

Gerência Regional da Borborema

----------
Para ouvir a fala de Ronaldo Meneses, clique AQUI.

Nenhum comentário

.