PSB “engole” mais um aliado de Veneziano, que agora aposta em vice do DEM


O deputado federal Veneziano Vital do Rêgo, do PMDB, reconheceu, durante entrevista ao programa Campina, Grande Notícia, da rádio Campina FM, que o PR se distanciou do seu projeto de candidatura a prefeito da cidade. Até poucos semanas atrás, o partido era considerado pelo peemedebista o provável indicador do vice em sua chapa, já tendo, inclusive, um nome considerado provável: Bruno Roberto, que foi candidato a vice de Tatiana Medeiros em 2012.

Esta semana, o filho do deputado federal Wellington Roberto e irmão do deputado estadual Caio Roberto foi nomeado pelo governador Ricardo Coutinho secretário de Esporte, Juventude e Lazer. “Não posso confirmar se isso será um instrumento para pleitear junto ao PR o apoio tanto na capital como em Campina Grande”, disse Veneziano sobre a estratégia do PSB. Mas, ele reconhece o afastamento. “Não há dúvidas, não vou me enganar”.

Por outro lado, o peemedebista se mostra animado com a possibilidade de contar com o apoio do Democratas. Veneziano se reuniu com o ex-senador Efraim Morais e o deputado federal Efraim Filho, comandantes do DEM, e garante que a conversa foi positiva. “Penso que pode dar certo. Só não me atrevo a dizer que deu porque esta é uma palavra que só pode ser cravada pelos próprios dirigentes”, ponderou.

Veneziano revelou, inclusive, que há um nome do DEM para provável composição da chapa majoritária em Campina. Seria Felipe Gaudêncio, que foi candidato a vereador em 2012 pelo PT e somou 1.820 votos. Embora seja um nome sem expressão, Veneziano teceu inúmeros elogios ao “pretendente” demista. “Vejo com bons olhos a oportunidade de celebrar uma parceria majoritária”, considerou.

Vale lembrar, todavia, que o Democratas é mais uma legenda com espaços no governo Ricardo Coutinho, e os socialistas garantem que o governador não aceitará dissidências no apoio ao seu postulante em Campina Grande, o deputado estadual Adriano Galdino.

Nenhum comentário

.