Projeto sociocultural quer explicar os nomes das ruas em Campina Grande


André Gomes do Nascimento*

“Nesta rua Lopes Chaves envelheço, e envergonhado nem sei quem foi Lopes Chaves”. Foi com este verso do poeta Mario de Andrade que o empresário José Lima do Nascimento (55), idealizou o “Projeto Sociocultural Memorial Placas de Ruas de Campina Grande”.

O projeto idealizado pelo empresário e designer gráfico, tem como principal finalidade, apresentar ao cidadão campinense quem foi o homenageado que emprestou seu nome para a rua em que ele reside ou trafega diariamente. Quando implantado, a placa sugerida pelo projeto possuirá um resumo biográfico do homenageado entre outras informações. Lima explicou ainda que além de valorizar o nome da rua e do homenageado, pretende prioritariamente identificar todas as ruas que não estejam devidamente sinalizadas através de placas com informações corretas, tais como: definição de logradouros (se é rua, avenida, travessa, praça), nome do bairro, zona de localização (sul, norte, leste e oeste) e Código de Endereçamento Postal - CEP.

Segundo o idealizador do projeto, não basta o logradouro ter um nome oficializado através de Lei ou Decreto, pois o cidadão raramente toma conhecimento desses processos. “O emplacamento, ao contrário, torna público o nome do logradouro para o morador, identificando-o também para o restante da cidade”, explica.

O Projeto sugere que a placa contenha um pequeno histórico da vida da pessoa que denomina a rua, de modo a elucidar a importância do homenageado (memorial). O breve histórico deverá conter, pelo menos, as datas de nascimento e falecimento, a profissão e o marco que justificou que aquela praça, rua ou avenida fosse homenageada com o seu nome.

“A inovação vai acrescentar mais cultura e cidadania aos moradores e visitantes, quando as pessoas circularem pela cidade, procurando um endereço ou mesmo passeando, vão aprender sobre esses homenageados”, afirmou Lima.

O projeto foi recentemente apresentado ao Secretário de Obras e Planejamento da Prefeitura Municipal de Campina Grande, André Agra,  que elogiou a iniciativa e se comprometeu em apresentar o idéia ao Prefeito Romero Rodrigues para a definitiva implantação.

“O projeto busca transferir para a iniciativa privada, sem qualquer custo para os cofres municipais, através de parceria monitorada pelo Poder Público, o custo da confecção e da instalação das placas de ruas e logradouros, com apenas a contrapartida do uso de espaço dessas placas para propaganda da empresa parceira, da iniciativa privada ou mesmo de órgãos públicos”, conclui Lima.

*Estudante de Comunicação Social (Hab. Jornalismo) da UEPB - 8º Período
Assessor de Comunicação na Câmara Municipal de Campina Grande
Filiado à Associação Campinense de Imprensa – ACI – Insc. Nº 932
Contato: (83) 98790-1310

Um comentário

José Edmilson Rodrigues disse...

PROJETO SOCIOCULTURAL

A epígrafe de Mário de Andrade "Nesta rua Lopes Chaves envelheço, e envergonhado nem sei quem foi Lopes Chaves," do poeta Mário de Andrade, retirada do livro MEMORIAL URBANO DE CAMPINA GRANDE, organizado por José Edmilson Rodrigues, Edmundo Gaudêncio e Silvestre Almeida, livro que contém breves perfis das Ruas da cidade de Campina Grande, lançado pela editora A União, 1996 e que estamos ampliando e atualizando com mais 500 Ruas. Peço que façam referência ao livro e aos autores e tal projeto referenciando nas placas de Ruas é antigo.

.