Vereador critica demora da PMCG para envio à Câmara de projeto que adequa salário mínimo



O vereador Napoleão Maracajá (PCdoB) acusou a Prefeitura de Campina Grande de desorganização por, segundo ele, demorar a enviar para o poder legislativo o projeto que adequa o salário mínimo dos servidores municipais ao novo mínimo nacional. Todos os anos, os vereadores precisam aprovar projeto que equipara o mínimo local ao nacional.

Até agora, os parlamentares campinenses não foram convocados para apreciar a matéria e sem a formalização do legislativo os salários não podem ser modificados. Napoleão lembrou que o ajuste é votado em fevereiro, mediante convocação extraordinária “Para minha surpresa, a convocação para sessão extraordinária que recebemos é para votar o relatório da CPI (do Tesoureiro) e não o reajuste do salário mínimo”, frisou.

Para o vereador, o governo é administrativamente desorganizado. “Está muito claro que existe uma desorganização do ponto de vista administrativo. O que é que houve, ao meu juízo? Há um inchaço muito grande na folha. Houve um crescimento muito grande na folha de prestadores e de comissionados, e esse recurso acaba fazendo falta. Ou seja, é acima de tudo uma questão de gestão”, criticou.

Nenhum comentário

.