Galego do Leite pede remoção de faixa exclusiva de ônibus em frente ao Hospital da Criança


O vereador Galego do Leite (PMN) apresentou requerimento, já aprovado pelo plenário da Câmara Municipal de Campina Grande na semana passada, solicitando da Superintendência de Trânsito e Transportes Públicos (STTP) a extinção da faixa exclusiva de ônibus no trecho da Avenida Floriano Peixoto em que se localiza o Hospital da Criança e do Adolescente.

No documento, o vereador ressalta que o hospital possui uma área pequena para embarque e desembarque, gerando grandes transtornos para motoristas que levam os pequenos pacientes até a unidade hospitalar. Galego lembrou que desde o último dia 31 de julho entrou em vigor um conjunto de alterações no Código de Trânsito Brasileiro, uma delas estabelecendo como infração gravíssima transitar em faixas e vias exclusivas de ônibus.

Pela nova regra, o motorista que trafegar pelo corredor exclusivo de ônibus ou nele estacionar estará sujeito a multa de R$ 191,54, além de sete pontos na carteira. “Imagine a situação de você está com uma criança doente dentro do carro e, no entanto, não ter como entrar na faixa exclusiva em frente ao hospital, e muito menos estacionar. É uma dor de cabeça a mais em um momento que pode ser, inclusive, de urgência”, comentou Galego.

Tendo em vista a urgência da questão, já que a nova regra já está em vigor, o parlamentar deverá procurar o superintendente da STTP, José Marques Filho, para pedir celeridade na resposta. “Reconhecemos a importância do corredor exclusivo de ônibus, mas, é preciso também entender a particularidade desse caso, o trecho de um hospital, ainda mais uma unidade que atende crianças”, complementou.

Para o vereador, a mudança não vai causar maiores prejuízos à circulação dos ônibus naquele setor, que normalmente não costuma registrar engarrafamentos. 

Nenhum comentário

.