Jornalismo

Profissional atuando desde 2008 no mercado, com passagem por todos os meios. Experiência, credibilidade e qualidade

Comunicação institucional

Profundo conhecimento da dinâmica e caminhos da comunicação institucional eficiente, quer no setor público, quer na esfera privada

Direito

Advogado com atuação na área cível em geral e foco em direito do consumidor, além de assessoria legislativa para supervisão e elaboração de projetos

Cursos online

Didática diferenciada, metodologia direta, clara e objetiva buscando a máxima eficiência do estudo

Blog

CNPq aprova projeto da UFCG para estudo dos homicídios no Nordeste Brasileiro


O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) aprovou no último mês de novembro o projeto O panorama dos homicídios no Nordeste Brasileiro – 2000/201, de autoria do professor José Maria Nóbrega Júnior, do Centro de Desenvolvimento Sustentável do Semiárido (CDSA), da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), campus de Sumé.

O estudo será realizado durante dois anos pelo Núcleo de Estudos da Violência (NEVU), da UFCG, e visa analisar os motivos do aumento do número de homicídios nos últimos anos na região Nordeste e por que a queda da desigualdade social na região não está sendo refletida na diminuição da violência.

De acordo com Nóbrega, a cidade de Campina Grande, na Paraíba, viu seu Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) saltar de 0,476 em 1991 – considerado muito baixo pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) – para 0,720 em 2010 – desenvolvimento humano municipal alto, segundo o mesmo PNUD, com crescimento percentual de 51.2% em vinte anos, mas neste mesmo período os homicídios tiveram um incremento percentual de 95,5%, onde a taxa de homicídio foi de 24,8 em 1991 saltando para 48,5 em 2010.

"Isso é um paradoxo, pois o IDHM leva em consideração aspectos fundamentais do desenvolvimento humano, como a melhoria da economia, a inclusão social pela educação, a longevidade e a qualidade de vida, e a melhoria da renda. Variáveis importantes que foram colocadas pela literatura sociológica como fundamentais para a diminuição da violência", explica.

Dessa forma, o projeto caminha no sentido de trazer luzes ao debate da violência homicida no campo da Ciência Política, desenhando soluções para as políticas públicas, com destaque para a Segurança Pública, verificando no teste causal das variáveis socioeconômicas e institucionais o que realmente importa para o controle desse mal social que vem assolando os nordestinos há mais de dez anos.

"Sem dúvida alguma, a violência é o maior problema a ser enfrentado pelos governos nas três esferas da Federação. Urge um pacto federativo em torno dos estados nordestinos, onde a sua singularidade é mostrada em números", ressalta Nóbrega, afirmando ainda que “é impossível falar de sustentabilidade sem levar em conta a segurança pública, sem levar em conta a integridade física do indivíduo, sem levar em conta a saúde e a educação dos indivíduos em um ambiente de paz, segurança e tranquilidade. A realidade de violência endêmica encontrada hoje no Nordeste torna impossível a sustentabilidade da sociedade”, diz.

Assessoria

Authorism Theme

Jornalismo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Comunicação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Direito

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.!

Cursos

4th one time fitness expert, wellness writer, personal trainer, group ex health coach. I am advocates of everything good in the fitness industry and of the people who make it great!

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.