Jornalismo

Profissional atuando desde 2008 no mercado, com passagem por todos os meios. Experiência, credibilidade e qualidade

Comunicação institucional

Profundo conhecimento da dinâmica e caminhos da comunicação institucional eficiente, quer no setor público, quer na esfera privada

Direito

Advogado com atuação na área cível em geral e foco em direito do consumidor, além de assessoria legislativa para supervisão e elaboração de projetos

Cursos online

Didática diferenciada, metodologia direta, clara e objetiva buscando a máxima eficiência do estudo

Blog

Vigilantes querem cumprimento de lei municipal que garante instalação de plataformas de segurança

Os vigilantes de Campina Grande contarão com um importante equipamento para reforço da sua segurança e dos locais onde trabalham. Trata-se da Lei 5.554/2014, de autoria do vereador Alexandre do Sindicato (PROS), que estabelece a obrigatoriedade de instalação de estrutura de proteção para estes trabalhadores em estabelecimentos privados da cidade. A estrutura, de acordo com a matéria, é uma espécie de plataforma, que traz mais segurança para os vigilantes.

Na manhã desta segunda-feira, 24, Alexandre esteve na sede do Sindvigilantes-CG, no bairro da Liberdade. A reunião foi para tratar do cumprimento da lei. Sancionado em abril pelo prefeito Romero Rodrigues, o texto prevê prazo de 120 dias para adequação pelas empresas, que se esgotou, portanto, em outubro. Ficou decidido que será realizada uma audiência pública na Câmara Municipal, em data a ser agendada, reunindo representantes dos vigilantes, empresas do segmento e Ministério Público do Trabalho.

“Como as empresas não foram notificadas oficialmente, a intenção é promover essa discussão durante uma audiência pública, para que a lei possa ser colocada em prática o quanto antes. Conversamos com os vigilantes e, além da questão da plataforma, iremos tratar posteriormente de outras possibilidades de reforço da segurança no cotidiano do trabalho destes profissionais”, explicou Alexandre do Sindicato. 

O presidente do Sindvigilantes-CG, Edimir Bernado, comemorou a criação da lei, que classificou como “muito boa”, e disse que a categoria vai lutar pelo seu cumprimento. “Com essa plataforma, o vigilante passa a ter maior proteção. Se ele tem proteção adequada, pode oferecer melhor proteção. Do contrário, se está vulnerável, todos a sua volta estão também vulneráveis. Então, essa estrutura vem a ser importante não apenas para o vigilante, mas para o local onde ele atua e as pessoas que ali estão”, avaliou.

Ao apresentar o projeto, agora convertido em lei, Alexandre do Sindicato pontuou que tal “equipamento simples e de pequeno custo, uma plataforma de onde os seguranças poderão visualizar melhor o ambiente e, sobretudo, ficar menos expostos a atentados covardes, como os que assistimos nos últimos meses, é uma possibilidade que deve ser considerada como mais um elemento paliativo que se torna relevante ao permitir uma maior condição de defesa por parte dos profissionais da segurança privada”.

Authorism Theme

Jornalismo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Comunicação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Direito

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.!

Cursos

4th one time fitness expert, wellness writer, personal trainer, group ex health coach. I am advocates of everything good in the fitness industry and of the people who make it great!

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.