Jornalismo

Profissional atuando desde 2008 no mercado, com passagem por todos os meios. Experiência, credibilidade e qualidade

Comunicação institucional

Profundo conhecimento da dinâmica e caminhos da comunicação institucional eficiente, quer no setor público, quer na esfera privada

Direito

Advogado com atuação na área cível em geral e foco em direito do consumidor, além de assessoria legislativa para supervisão e elaboração de projetos

Cursos online

Didática diferenciada, metodologia direta, clara e objetiva buscando a máxima eficiência do estudo

Blog

Barbárie de Queimadas: O esquecimento é a esperança dos culpados

Isabela e Michelle
A condenação a uma pena superior a cem anos de Eduardo dos Santos Pereira, apontado como o mentor da chamada “Barbárie de Queimadas”, quando cinco mulheres foram estupradas e duas delas assassinadas, foi recebida com alívio pelas famílias das vítimas e uma sensação geral de que a justiça foi feita. Michelle Domingues e Isabela Pajuçara teriam sido mortas por terem reconhecido os envolvidos. Os crimes ocorreram em fevereiro de 2012 e chocaram a Paraíba, com forte repercussão nacional.

Seis dos envolvidos foram condenados a penas entre e 44 anos de prisão. É preciso registrar seus nomes: Luciano dos Santos Pereira, Fernando de França Silva Júnior, Jacó Sousa, Luan Barbosa Cassimiro, José Jardel Sousa Araújo e Diego Rêgo Domingues. Os três adolescentes, porém, foram apenas “condenados” às escarnecedoras “medidas socioeducativas”.

A sentença imposta a Eduardo, porém, não é o ponto final dessa história. E não apenas porque a defesa vai recorrer. O condenado esperará que a ação do tempo, somada às deploráveis brechas da legislação brasileira, abram as portas da rua bem antes do transcurso da prisão perpétua (na prática) que lhe foi imposta. Esmaecida a repercussão da barbárie, relaxada a opinião pública, consolada a dor, o esquecimento poderá girar a chave da impunidade.

É por tal razão que a memória dessa monstruosidade não poderá, jamais, evanescer. Essa é uma ferida que não poderá cicatrizar, nem mesmo deixar de doer. Queimadas precisa erigir, com urgência, um monumento em praça pública, no qual Michelle e Isabela, redivivas, de pé, com braços estendidos, convoquem os passantes, os queimadenses, os paraibanos e brasileiros, a gente de todo o mundo, a não esquecer.

Todo dia 12 de fevereiro precisará ser uma rememoração do 12 de fevereiro de 2012. É preciso que doa e não deixe de doer. Nunca!O esquecimento não pode ser o alívio dos condenados. Há dores que se deve esquecer para superar. Mas, há dores que devem ser relembradas continuamente para que, quem sabe, não se repitam.

Authorism Theme

Jornalismo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Comunicação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Direito

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.!

Cursos

4th one time fitness expert, wellness writer, personal trainer, group ex health coach. I am advocates of everything good in the fitness industry and of the people who make it great!

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.