Alexandre do Sindicato requer análise da qualidade da água distribuída pela Cagepa


O vereador Alexandre do Sindicato (PROS) apresentou requerimento na Câmara Municipal de Campina Grande no qual requisita da Companhia de Água e Esgotos da Paraíba (Cagepa) informações sobre a qualidade da água proveniente do Açude Epitácio Pessoa, o Boqueirão, consumida não apenas pelos campinenses, mas por moradores de toda a região abastecida pelo manancial.

No requerimento, o vereador cita dados da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa) referentes ao dia 12 de setembro, quando o documento foi elaborado, e destaca que o Açude de Boqueirão possuía, naquela data, reservas equivalentes a apenas 28% de sua capacidade total. 

Alexandre do Sindicato explica que a intenção é informar, de maneira clara, à população as reais condições da qualidade da água de Boqueirão. Especialistas afirmam que, mantidas as atuais condições pluviométricas, em janeiro de 2015 o nível poderá chegar ao chamado “volume morto”, com água imprópria para o consumo humano.   

“Tendo em vista as declarações de especialistas a respeito da qualidade da água ofertada a partir de determinado patamar das reservas, e buscando garantir o bem-estar da população, evitando, ainda, eventual onda de preocupação, solicitamos da Cagepa e da própria Aesa informações claras e específicas sobre a qualidade da água ora consumida pelos cidadãos de Campina Grande e região”, registra Alexandre.

Racionamento

Em outro requerimento também já apresentado na Câmara Municipal, o vereador Alexandre do Sindicato solicitou “que a Cagepa antecipe todos os detalhes possíveis sobre quando e de que forma a medida será implementada, inclusive com a previsão de dias e horários sem água nas torneiras e as regiões atingidas em cada corte do abastecimento”.

O parlamentar destaca que “a população, que já é vitimada pela falta de o devido planejamento, necessário para diminuir os efeitos das estiagens prolongadas, não pode ser penalizada também com o início de um racionamento do dia para a noite”.

Nenhum comentário

.