Alexandre do Sindicato propõe sessão especial para discutir situação do Hospital da FAP


O vereador Alexandre do Sindicato (PROS) protocolou requerimento na Câmara Municipal de Campina Grande solicitando o agendamento, em caráter de urgência, de uma sessão especial para discutir a situação financeira e estrutural da Fundação Assistencial Paraibana, o Hospital da FAP. Recentemente, médicos da unidade cruzaram os braços durante uma semana, exigindo melhoria da estrutura e dos salários.

A paralisação adiou dezenas de cirurgias de portadores de câncer, que tiveram que ser remarcadas. Embora os médicos oncologistas tenham assegurado que não haveria maiores prejuízos para os pacientes, a imprensa de Campina Grande denunciou que muitos portadores de câncer precisaram voltar a passar por procedimentos de quimioterapia por conta da suspensão das cirurgias. 

“É de estarrecer a situação de penúria que marca a realidade da FAP. O câncer requer tratamento emergencial e, embora um pequeno estrato da sociedade possa se tratar em hospitais particulares de ponta, a absoluta maioria dos pacientes depende dos hospitais públicos, sendo a FAP referência para dezenas de municípios”, comentou Alexandre.

O vereador acrescentou que o objeto da solenidade é promover uma discussão ampla, isenta politicamente e esclarecedora sobre a realidade do hospital e quais as demandas mais urgentes para assegurar o pleno funcionamento da FAP, atendendo a população paraibana e garantindo um crescente índice de sucesso no tratamento contra o câncer.

“Não queremos apontar culpados ou eleger vilões, mas, na realidade, relacionar as necessidades e ponderar os caminhos urgentes e viáveis para resolução dos problemas hoje enfrentados pela FAP”, ponderou Alexandre do Sindicato, que espera contar com a participação de representantes da direção do hospital, dos médicos e enfermeiros, do Conselho Municipal de Saúde, do Ministério Público e dos secretários de Saúde do Município e do Estado, dentre outros segmentos.

Nenhum comentário

.