Jornalismo

Profissional atuando desde 2008 no mercado, com passagem por todos os meios. Experiência, credibilidade e qualidade

Comunicação institucional

Profundo conhecimento da dinâmica e caminhos da comunicação institucional eficiente, quer no setor público, quer na esfera privada

Direito

Advogado com atuação na área cível em geral e foco em direito do consumidor, além de assessoria legislativa para supervisão e elaboração de projetos

Cursos online

Didática diferenciada, metodologia direta, clara e objetiva buscando a máxima eficiência do estudo

Blog

Sindicatos fecham acordo e comércio de Campina funcionará no feriado de 05 de agosto

O comércio em Campina Grande funcionará no dia 5 de agosto, data alusiva à fundação da Paraíba, respaldado por um aditivo à Convenção Coletiva (2013/2014) da categoria, assinado pelos representantes dos empregados e empregadores na tarde da última sexta-feira (1º) na Gerência Regional do Ministério do Trabalho e Emprego.

Segundo o presidente do Sindicato dos Comerciários, José do Nascimento Coelho, o aditivo preserva todos os direitos dos trabalhadores especificados no parágrafo primeiro da Cláusula Vigésima Quinta da Convenção Coletiva, ou seja: as empresas terão que pagar aos funcionários, ao final do expediente, os abonos de R$ 27,50 (empresa com até dez trabalhadores) e R$ 33,00 (empresa com mais de dez trabalhadores), além da folga a ser tirada até 21 dias, após o dia trabalhado.

“O importante da negociação é que os patrões reconheceram o feriado assegurado na Lei Estadual 3.489, de 30 de agosto de 1967, o qual vinha sendo cumprido apenas no município de João Pessoa, o que tem levado alguns sindicatos acionarem a Justiça para o cumprimento da referida legislação”, afirmou Coelho.

Quanto às críticas de que o Sindicato dos Comerciários estaria impondo os patrões a fecharem as portas de suas lojas no dia 05 de agosto, o sindicalista esclareceu não ser verdade e disse que na verdade, o que “queremos é o respeito aos direitos trabalhistas dos empregados”.

Os trabalhadores que se sentirem prejudicados nos seus direitos devem procurar o Sindicato dos Comerciários para que a entidade sindical  oficialize  as reclamações no Ministério do Trabalho e Emprego, conforme orienta Coelho.

Estando o feriado agora inserido legalmente na Convenção Coletiva, o próximo passo do Sindicato é acionar as empresas na Justiça para que elas paguem em dobro o dia trabalhado referente aos últimos cinco anos, da mesma forma que aconteceu com a categoria bancária local, que ganhou na justiça esse direito.

Coelho esclarece que, além de existirem duas outras leis, sendo uma municipal e outra federal, que estabelecem o trabalho e o funcionamento do comércio em feriados só mediante acordo na Convenção Coletiva, o artigo 1o, da Lei no  9.093/1997 estabelece como feriado civil a Data Magna do Estado fixada em Lei Estadual, a qual vinha sendo ignorada em Campina Grande.

“Para respaldar estas legislações ainda elencamos os artigos 70 e 385 da CLT – Consolidação das Leis Trabalhistas, que determinam os feriados civis como dias de folga dos trabalhadores, portanto, esperamos que essas leis sejam respeitadas pelos empregadores”, assinalou Coelho.

Francinete Silva - Assessoria

Authorism Theme

Jornalismo

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Comunicação

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua.!

Direito

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.!

Cursos

4th one time fitness expert, wellness writer, personal trainer, group ex health coach. I am advocates of everything good in the fitness industry and of the people who make it great!

Imagens de tema por richcano. Tecnologia do Blogger.