Presidente do TRE-PB entrega documento para elaborar o Plano de Segurança das Eleições


O presidente do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, desembargador Saulo Henriques de Sá e Benevides,  entregou nesta quinta-feira um documento aos representantes das forças de segurança no Estado, que tem como objetivo auxiliar na elaboração do Plano Integrado de Segurança para as Eleições 2014. Em reunião realizada às 16 horas no gabinete da presidência, receberam cópias do documento, o superintendente da Polícia Federal, Nivaldo Farias; o superintendente substituto da Polícia Rodoviária Federal, inspetor Lucas Lucena; o secretário de Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, o comandante da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, e o superintendente da Polícia Civil, Carlos Alberto Ferreira da Silva.

O material reúne relatos dos juízes e promotores das zonas eleitorais de municípios das regiões de João Pessoa, Campina Grande e Patos. “Esse documento traça diretrizes na visão da Justiça Eleitoral mostrando as áreas e os momentos críticos  onde e quando é preciso haver uma atenção maior das forças de segurança, com aumento do efetivo ou estratégias preventivas para garantir que a eleição ocorra sem maiores problemas. Queremos que esse trabalho seja levado em conta na elaboração do Plano de Segurança, pois foi com esse intuito, que realizamos as reuniões com juízes, promotores e representantes das polícias, e depois tivemos o cuidado de fazer esse documento que consideramos importante para que a população possa ir às urnas com tranquilidade”, afirmou o presidente do TRE.

O superintende da Polícia federal, delegado Nivaldo Farias, enalteceu a realização das reuniões e elaboração do relatório e disse que vai definir os centros de comando da PF a partir das necessidades indicadas pelo Tribunal. “Quero louvar a iniciativa do presidente e dizer que esse é um fórum adequado para que se alguma dúvida ainda remanesça seja dirimida e se possa fazer um trabalho conjunto”.

O secretário da Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, também destacou a importância de trabalhar conjuntamente e afirmou que embora a responsabilidade de elaborar o Plano seja da Segurança, o TRE é o grande comandante do processo eleitoral. Ele declarou que já solicitou recursos ao Governo do Estado para reforçar o efetivo e que não vê nenhum problema em adaptar o esboço feito para o esquema de segurança de modo que atenda as solicitações que constam no relatório.

Na próxima quinta-feira a Secretaria de Segurança apresentará o Plano final em nova reunião na sede do Tribunal Regional Eleitoral, com a presença das mesmas autoridades que participaram da reunião de hoje. Estiveram presentes, além dos já citados, o vice-presidente do TRE, desembargador João Alves; o corregedor, juiz Tércio Chaves de Moura, e o procurador eleitoral, Rodolfo Alves.

Assessoria

Nenhum comentário

.